Calçadão: moradores reclamam da poeira que invade suas casas em Campo Alegre de Lourdes

CAPA - 650 X 400

Da redação

A reforma da praça André Folha, ou a construção do calçadão no centro de Campo Alegre de Lourdes tem dividido opiniões acerca da obra.
Para alguns foi exagero a demolição do espaço existente. Para outros a obra é de suma importância e de aspecto urbanístico inovador. Contudo, alguns moradores e comerciantes nas imediações da praça têm reclamado da poeira que invade suas casas causando transtornos e desconfortos respiratórios. No local da obra um dos trabalhadores chegou a dizer que molhar a terra todo dia, seria inviável por conta do valor para se gastar com carro-pipa.

Nossa redação entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura de Campo Alegre de Lourdes. Em nota a assessora de comunicação, Lorrane Hamid,  informou que a construtora responsável pela obra (MVC), na pessoa do senhor Silas Menezes, esclareceu que no período de demolição e na retirada do entulho, onde a poeira é mais intensa, não deixaram de molhar o solo em momento algum, e que essa fase já foi concluída.

Silas ainda garante que na fase em que a obra se encontra, é inviável ter carros pipa molhando sempre, pois o terreno é muito arenoso, ou seja, se molha de manhã e a tarde já está seco, além de existir a dificuldade do acesso a água para a obra.

Ainda de acordo com a nota, o calçadão será concluído no período de 4 meses.

A obra está orçada no valor aproximado de R$ 400 mil, e o projeto feito pela arquiteta, Elaine Epaminondas, prevê a construção de um quiosque que irá ser arrendado para atividades comerciais e um palco para apresentações artísticas e culturais. O Calçadão ainda contará com a ampliação paisagística com pergolados e arborização, nova iluminação e sanitários públicos adaptados para pessoas com necessidades especiais.

EXTRATO DE CONTRATO

TOMADA DE PREÇO Nº 02/2017

OBJETO: Contratação de empresa especializada na execução de obras e serviços de engenharia para reforma e ampliação da Praça 02 de Julho, localizada na sede do município de Campo Alegre de Lourdes.

CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO ALEGRE DE LOURDES

CONTRATADA: CONSTRUTORA MVC LTDA

VALOR: R$ 405.700,25 (Quatrocentos e cinco mil e setecentos reais e vinte e cinco centavos).

PERÍODO DE VIGENCIA:07/08/2017 a 07/02/2018

21- 900 X 600

22 - 900 X  600

20- 900 X 600

01-  900 X 600

02- 900 X 600

04 - 900 X 600

05 - 900 X 600

06 - 900 X 600

07- 900 X 600

08- 900 X 600



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Uma opinião em “Calçadão: moradores reclamam da poeira que invade suas casas em Campo Alegre de Lourdes

  1. Ronaldo Nunes da Silva

    Reclamando da poeira de alguns dias;imagine nós aqui em Angico dos Dias que convive com a poluição da mineradora Galvani 24h por dia.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *