Câmara de vereadores de Campo Alegre de Lourdes: À espera do retorno

camara vazia - 700 x 400

Da redação

Os vereadores de Campo Alegre de Lourdes devem voltar do recesso parlamentar no início de agosto. A Câmara é composta por 11 vereadores que comandam as cartas do jogo. Cada um joga de acordo com seu próprio interesse. No final quem fica de fora é a população. Esta, só entra em cena no período eleitoral.

Na semana do dia 15 de julho, os principais jornais do país davam destaque para o que aconteceu na Câmara de vereadores do Paraná. A notícia se espalhou como novidade e como algo extraordinário. Sim, de fato o que aconteceu na Cidade de Santo Antônio da Platina, serviu de exemplo para o Brasil. Uma população de 40 mil habitantes resolveu entrar em cena, e protestou na Câmera de vereadores o abuso que os parlamentares estavam prestes a cometer: aumentar seus próprios salários. A proposta veio à tona porque uma moradora reclamou e o vídeo de protesto foi replicado na internet. Resultado: o povo despertou, e na sessão que seria aprovado tal ato, aqueles mesmos vereadores se envergonharam e tiveram de voltar atrás, e por pressão dos populares, aprovaram lei para baixar seus salários. O salário do prefeito que aumentaria de R$ 14 mil para R$ 22 mil ficou em R$ 12 mil. O de vereador que passaria de R$ 3,7 mil para R$ 7,5 mil, baixou para R$ 970,00.

CAMARA PR - 900 X 600

O fato serviu de lição.

O povo de Campo Alegre de Lourdes precisa fazer o mesmo, marcar presença em cada sessão, cobrar, exigir, fazer valer seus direitos.

Se a população Campoalegrense estivesse presente em cada sessão, a câmara não teria aprovado, por exemplo, o aluguel de uma Hilux por quase 100 mil reais para o presidente ficar passeando pelas ruas. Se o povo participasse mais, não haveria tanta falta de respeito, tantos acordos que acontecem às escondidas.

Mas ainda há tempo para acordar, despertar para essa mobilização. Em agosto eles retornam!

Prepare-se, e guarde bem a data do retorno, primeira sexta-feira de agosto, às 10hs da manhã.

Faça valer seus direitos e demonstre que a população é maior e tem mais força. Afinal, a Câmara vem do povo e não o povo que vem dela.

 Se a sociedade campoalegrense aderir a esse propósito, amanhã será Campo Alegre de Lourdes a mostrar o exemplo para o Brasil.

Por que o povo de Campo Alegre também não se mobiliza para baixar o salário dos vereadores e prefeito para um salário mínimo?

Dessa forma só seria candidato quem realmente tivesse a intenção de trabalhar para o bem comum.



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *