Câmara indica ao prefeito a iluminação no cemitério de Campo Alegre de Lourdes

CAPA-

Da redação

Na última sexta-feira (26/5) os vereadores de Campo Alegre de Lourdes aprovaram, por unanimidade, duas indicações ao prefeito municipal. A primeira indicação proposta pelo vereador Nelson Duarte Baião, diz respeito a iluminação pública no cemitério local, bem como a instalação de tomadas de energia elétrica. A segunda indicação veio do vereador Silas Pereira Sobrinho, que solicitou a construção de uma quadra poliesportiva no povoado Baixão do Firmino.

Durante a sessão plenária dessa sexta-feira, além dos vereadores que fizeram as indicações, fizeram o uso da palavra o vereador Raimundo Nonato Dias (Baixinho), e o vereador Hiliomar. Todos proferiram apoio a pauta em questão.

A Câmara Municipal de Campo Alegre de Lourdes é composta por 11 vereadores:

Danilo Duarte Almeida;

Hiliomar Dias da Silva:

Arnoldo Boson Paes (presidente);

José Afranio Alves de Almeida;

Silas Pereira Sobrinho;

Osvaldo Jose Pereira;

Nelson Duarte Baião;

José Pereira de Lacerda;

Ailton Mendes Pedrosa;

Raimundo Nonato Dias (Baixinho);

Zenilton Mangueira da Silva;

A função de um vereador em Campo Alegre de Lourdes se confunde com a obrigação do poder executivo. Benfeitorias como iluminação pública, construção de quadras, por exemplo, são ações a serem cumpridas pelo prefeito, sem necessariamente precisar a indicação de um parlamentar.
Será que o prefeito não sabe que a iluminação pública é uma obrigação do poder executivo?
Será que para o prefeito aplicar os recursos do FNDE na construção de quadras de esportes, precisa da indicação de um vereador?

Enquanto isso, o município de Campo Alegre de Lourdes parece província de cidades vizinhas. Vários serviços de utilidade pública por não funcionarem, obriga a população de modo geral, frequentemente, a se deslocar ao município mais próximo para conseguir atendimento.
Exemplo:
Serviços bancários, praticamente não existem. O Banco do Brasil está cada dia mais defasado, e caminha para a inoperância. O correspondente expresso Bradesco que funciona dentro de uma loja de roupas, além de não atender a demanda, também está quase inativo.
A alternativa é ir a Remanso ou a São Raimundo Nonato. Ou então, pagar a um  mensageiro para lhe prestar o favor de ir nessas cidades realizar operações bancárias.

Os serviços de cartório também não existem. É preciso se deslocar ao município vizinho.

O Posto da Coelba também está fechado, dificultando assim a vida dos usuários que precisam de algum serviço referente a energia elétrica.

As demandas são muitas. Vereadores atuantes, que cumpram o seu papel ainda é coisa do futuro.

Os nobres parlamentares podiam explicar a população, por exemplo, como funciona o caixa da casa legislativa, bem como se dá o processo licitatório de alguns contratos no município.

Afinal, para que serve um vereador em Campo Alegre de Lourdes?

NELSON

SILAS-



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *