CONTAMINAÇÃO: Bolsa de sangue infectado com HIV é enviada para Hospital no Rio Grande do Sul

renato

Fonte: Renato Souza

Um erro na separação do sangue colhido fez com que uma bolsa de sangue infectado com HIV fosse enviada ao Hospital de Santa Terezinha, no Rio Grande do Sul. O sangue do paciente portador do HIV foi colhido para exames no Banco de Sangue de Erechin. Mas uma funcionária teria se confundido e trocado a bolsa de sangue colhido do paciente com outra que foi colhida de doadores para ser usada em transfusões de sangue. Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Sul, o sangue contaminado foi usado em uma pessoa que estava internada para realizar uma cirurgia no hospital. Com isso o paciente foi contaminado com o vírus HIV. A direção do banco de sangue disse ao MP que o sangue contaminado foi detectado nos testes, mas na hora de separar a bolsa, uma funcionária teria se confundido, misturando com o material apto para o uso. A responsável teria sido advertida e afastada. Por conta da contaminação, a Justiça determinou que a vigilância sanitária estadual faça uma vistoria na Associação dos Receptores de Sangue de Erechim para verificar se todos os procedimentos estão sendo adotados. Já o Ministério Público quer que o fornecimento de bolsas de sangue seja interrompido. A associação funciona há 27 anos e atende 32 cidades do Norte do estado. Em nota, o Banco de Sangue de Erechin afirmou que se trata de um caso isolado e que todas as medidas estão sendo tomadas para diminuir os efeitos da contaminação. Já o hospital informou que o paciente contaminado com HIV está recebendo todo o suporte e acompanhamento necessário.

Foto: Prefeitura Municipal de Erechin/divulgação.



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *