CORRUPÇÃO: Ministros nomeados pelo presidente da República, Michel Temer, são investigados na Operação Lava Jato

FB_IMG_1463132784918

 

Fonte: Renato Souza

Dois ministros nomeados pelo presidente da República, Michel Temer, são investigados na Operação Lava Jato e agora tem foro privilegiado. Os ministros Henrique Alves no Ministério do Turismo e Geddel Vieira Lima, ministro-chefe da Secretaria de Governo serão desmembrados da força-tarefa da operação, em Curitiba, sob comando do juiz Sérgio Moro e passam a ser tratados no Supremo Tribunal Federal (STF). Os ministros e o próprio presidente são acusados de terem participado do esquema de recebimento de propinas e desvios de verba na Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato. Os demais ministros com nomes divulgados são:

Raul Jungmann, ministro da Defesa, Romero Jucá, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Bruno Araújo, ministro das Cidades, Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendonça Filho, ministro da Educação e Cultura, Osmar Terra, ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Leonardo Picciani, ministro do Esporte, Ricardo Barros, ministro da Saúde, José Sarney Filho, ministro do Meio Ambiente, José Serra, ministro das Relações Exteriores, Ronaldo Nogueira de Oliveira, ministro do Trabalho, Mauricio Quintella, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Fernando Coelho, ministro de Minas e Energia.

Foto capa: ABr



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *