DESPERTA CAMPO ALEGRE – 01.09.2015 – Programa de estreia

CAPA DESPERTA ORIGINAL

Da redação

Queridos ouvintes, bom dia!

É com muita alegria que estamos entrando no ar com o mais novo programa pelas ondas sonoras da rádio serra da capivara, Desperta Campo Alegre!

O nosso bom dia a você de São Raimundo Nonato e região.

Queremos mandar um abraço todo especial a você de Campo Alegre de Lourdes!

A você que mora no interior e na sede do município receba o nosso carinhoso abraço!

Eu sou Josué Mariano, e estarei em sua companhia, toda terça-feira a partir de 11:00 hs da manhã, falando um pouco sobre as últimas notícias de Campo Alegre de Lourdes.

Há cerca de 20 anos atrás eu era um dos apresentadores do programa Anunciando a Verdade de responsabilidade da paróquia de Campo Alegre de Lourdes.

Os mais antigos devem lembrar.

Agora estou de volta com o programa Desperta Campo Alegre, que é de minha inteira responsabilidade.

Esse programa não pertence a nenhuma facção política. Nosso objetivo é simplesmente levar ao povo de Campo Alegre, da sede e do interior do município, a notícia de forma breve e objetiva. Serão apenas 5 minutos de programa, pra gente conversar e refletir os fatos mais recentes.

Futuramente, a gente pode ampliar esse tempo.

Hoje, nesse programa de abertura vamos falar de um assunto que está preocupando os moradores de Campo Alegre de Lourdes. O único banco da cidade, Banco do Brasil, depois de sofrer uma série de assaltos ao longo de sua história, adotou-se algumas medidas de segurança. A começar pela praça onde fica a agência bancária.  Por exigência da superintendência do banco, a prefeitura de Campo Alegre isolou a praça com correntes e barricadas de concreto. A mudança afetou de imediato os moradores da chamada rua do poço, pois os mesmos não podem transitar com seus automóveis. Outra medida adotada pelo banco foi o funcionamento do autoatendimento de forma limitada, ou seja, não funciona após às 16hs e nem aos finais de semana e feriados.

Outro dia, determinado usuário da internet postou sua indignação. Segundo ele, as correntes mágicas não impedem nenhum assalto, pois quando isso acontecer os bandidos não respeitam nada, nem ninguém. Ele até brincou dizendo que quando os ladrões chegam, o dinheiro sai mais rápido do que a tentativa de se tirar um extrato bancário pela máquina de autoatendimento.

Essas medidas de segurança impostas pelo banco demonstra a falta de segurança na cidade e o abandono de um município, isolado entre a Bahia e o Piauí.

Você aposentado sabe muito bem o que é isso, quando chega no período de pagamento é o maior sufoco, banco lotado, e desordem total nos serviços bancários.

Como pode um município com 53 anos ter apenas uma única agência bancária, ainda que de forma precária?!

Até quando em Campo Alegre, tanto descaso e abandono?

Para saber mais notícias, acesse o blog do Josué Mariano.com.br

A gente vai ficando por aqui e volta na próxima terça-feira nesse mesmo horário.

A todos vocês, o nosso carinhoso abraço e até lá.



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *