Desperta Campo Alegre – 29/12/2015 – Morador da cidade faz denúncia

CAPA DESPERTA ORIGINAL

Da redação

Queridos ouvintes bom dia!

Desperta Campo Alegre!

Estamos de volta para o último programa do ano de 2015.

Desde já, desejamos que em 2016 você ouvinte campoalegrense tenha mais qualidade de vida e que seus direitos sejam respeitados.

Falamos isso, porque o Natal para os servidores da prefeitura e câmara de Campo Alegre de Lourdes foi amargo. Muitos servidores não receberam o décimo terceiro salário. Na prefeitura apenas alguns receberam. Na câmara nenhum funcionário recebeu. O presidente da casa, senhor Valfrides, viajou de férias para São Paulo, e deixou os servidores da casa a ver navios. Nenhuma satisfação. Tanto da prefeitura quanto da câmara

Mas hoje, queremos reforçar outra denúncia: Água com ferrugem e óleo está sendo distribuída aos moradores através dos carros pipas.

O Professor Deusvaldo, semana passada, escreveu carta-denúncia pedindo uma explicação para as autoridades competentes para o fato. Apenas o secretário de saúde se manifestou alegando através de um laudo, que a água de onde abastece atualmente, os carros pipas é de boa qualidade.

Um dos moradores de Campo Alegre conversou conosco e explicou a situação. O seu nome é José Carlos Coelho Lustosa, mais conhecido como Zequinha. Vamos ouvir o seu depoimento.

“Eu recebi uma água no mês de janeiro (2015) e não recebi mais. Ainda era daquele poço do Canto do Buriti… água boa!… Aí agora, o apontador daqui da Boa Vista… Primeiro botaram nos vizinhos aqui…o pessoal está usando só para labutar porque não dá pra beber… É puro ferrugem! Não é água potável. Eu estava na lista, aí veio dizer que a água tinha chegado. Até o Gerso Mangueira que é o apontador, a esposa dele…não sei bem… Mas já veio de antemão dizendo, olha zequinha a água não presta para beber. Se você tiver pra botar em outro lugar para labutar. Eu disse não, não tenho interesse porque primeiro eu não tenho nem onde botar. No caldeirão a gente não pode botar uma água desse tipo…”

-O senhor falou com o Gerso Mangueira por que essa água estava com ferrugem?

“Falou: É do poço! Do poço que o responsável por mandar essa água é a prefeitura. Certo… É a secretaria de saúde!”

Qual o poço que vem a água?

“Próximo de São Raimundo.”

No caso, o problema é o poço?

“É o poço, não é as pipas não! As pipas estão todas fiscalizadas direito… os caras tem cuidado… Não tem ferrugem nas pipas. É a água mesmo. São todas! Pipa nova, pipa velha…”

Esse problema é somente em algumas casas?

“ No município todo. Eu tenho uma…cunhada que tem uma casa na Lagoa de Dentro que mora lá… Todo o pessoal. Os apontadores são os primeiros a dizer que essa água não presta pra beber, essa água que tá vindo”.

Explique pra gente a situação do bairro onde você mora.

“Aqui a gente não tem nada, não tem iluminação pública. Só de minha fábrica eu pago 84 reais de iluminação pública sem ter uma luz…. Eu tive de botar câmara aqui, tive de botar cachorro… pra poder entrar e sair de noite de casa, porque os bandidos estão tomando de conta… você sabe como é…”

Zequinha muito obrigado pela sua participação em nosso programa.



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *