Pastoral de Juazeiro promove debate sobre a violência contra a mulher que exerce a prostituição

2 - FOTO SEMINARIO

 

Fonte: Josenaldo Rodrigues

Centenas de mulheres estiveram reunidas em juazeiro participando de um debate sobre a violência que atinge as mulheres que trabalham como prostitutas na cidade. O seminário com o tema violência no exercício da prostituição: invisibilidades e contradições, foi realizado na noite da última quarta-feira (22/11) e durante todo o dia de quinta-feira (23/11) no Centro de Cultura João Gilberto.

A iniciativa foi da Pastoral da Mulher da Diocese de Juazeiro, com o objetivo de sensibilizar e dialogar com a sociedade sobre a violência sofrida pelas mulheres que exercem a prostituição. Durante o seminário foi exibido um vídeo documentário produzido pela pastoral com depoimentos de quem passou por violência no exercício dessa profissão.

Entre as palestrantes participaram a advogada feminista Laina Crisóstomo Souza de Queiroz, coordenadora da ONG Tamo Juntas, que presta assistência à mulheres que sofrem violência na cidade de Salvador; a coordenadora do grupo de estudos feministas da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, Elbênia Neris; a delegada da mulher de Juazeiro, Rosineide Motta Medrado; a delegada regional de Juazeiro, Lígia Nunes de Sá e a representante da marcha mundial de mulheres Tainá de Menezes.

Para a coordenadora da Pastoral da Mulher, Fernanda Lins, o objetivo de tirar essa temática da invisibilidade foi alcançado. “ressalto que ainda é necessário continuar na luta por uma sociedade mais igualitária para as mulheres e onde seus direitos sejam garantidos. E destaco a importância do trabalho conjunto e em rede para o enfrentamento desse problema.” Frisou Fernanda.



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *