Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, diz que gravações omissas da JBS indicam ações indevidas dentro da PGR e do STF

FB_IMG_1504617203949

Fonte: Renato Souza

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta segunda-feira (04), que gravações obtidas pelo Ministério Público indicam que os delatores da JBS omitiram informações durante depoimento de delação premiada. De acordo com Janot, um áudio de quatro horas, gravado por Joesley Batista, sem saber que estava gravando a si mesmo, trazem “informações gravíssimas” sobre o esquema de corrupção nos quais estão envolvidos e indicam ações indevidas dentro da Procuradoria-Geral da República e do Supremo Tribunal Federal (STF). Janot não detalhou o que teria ocorrido de ilícito dentro da Suprema Corte e do Ministério Público. Foto: reprodução.

 



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *