Protestos, denúncias, defesa dos direitos e celebração eucarística marcam a 6ª Romaria em Campo Alegre de Lourdes

CAPA ROM

“Romaria é um momento de encontro em que as comunidades denunciam a situação de degradação do meio ambiente, de desrespeito dos direitos, de oração e de animação para a continuidade da luta”. Marina Rocha

Fonte: Ailton Nery/Portal Preto no Branco

A 6ª Romaria em Defesa da Vida surgiu a partir do momento em que o povo tomou conhecimento de que 82% do município está pleiteado para extração mineral. O evento teve como objetivo denunciar a realidade de degradação do meio ambiente no município de Campo Alegre de Lourdes em sintonia com a convocação do Papa Francisco na Enciclica Louvado Seja (Laudato Si) que convoca toda a sociedade para o cuidado com a Casa Comum.

IMG_7404 (640x427)

A concentração foi na comunidade do Velame e os romeiros e romeiras seguiram em caminhada para o morro do Tuiuiu. Com várias paradas, as comunidades, por meio de faixas, cartazes e cordel denunciaram os problemas que afetam a qualidade de vida em Campo Alegre de Lourdes como: a falta de água, grilagem de terras, desmatamento, os impactos da mineração e até situação de fome.

IMG_7246 (640x427)

A Romaria terminou com a celebração de uma Missa presidida pelo padre Bernardo Hank.



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *