Se, Campo Alegre de Lourdes fosse Piauí

CAPA - BR BA-PI

Da redação

Campo Alegre de Lourdes é um município baiano. Sua relação comercial com o estado do Piauí, bem como o comparativo a cidades piauienses deixam dúvidas com relação ao seu desenvolvimento.

Quase desprezada por governos, Campo Alegre de Lourdes se encontra isolada com seus 55 anos de emancipação, em relação a outras cidades baianas como, por exemplo, Pilão Arcado e Remanso.

Uma das principais necessidades do município campoalegrense é a pavimentação asfáltica.

Durante muito tempo se ouviu as promessas de políticos sobre o asfalto, que na verdade, mais que fizeram foi um assalto à confiança do povo.

Na década de 90, políticos ilustres chegaram a afirmar, com convicção, em praça pública, que o asfalto já estaria chegando.

Enquanto isso, cidades vizinhas do Piauí, como São Raimundo Nonato, que era de difícil acesso para Campo Alegre por conta de sua estrada íngreme e cheia de pedregulhos, alcançou-se o surgimento de asfalto quase que de forma imediata.

Quem viaja hoje pelas cidades do Piauí, percebe a diferença acentuada, e é notável a quantidade de cidades pequenas com estradas pavimentadas. Mas, o mais interessante é fazer o trajeto de São Raimundo a Campo Alegre, e no meio da divisa dos estados Bahia e Piauí, poder ver a enorme placa onde se lê: O ASFALTO TERMINA AQUI.

Se Campo Alegre fosse Piauí, certamente esses 17 quilômetros teriam sido pavimentados.

Recentemente, as promessas foram renovadas por outros políticos, sobre o asfalto tanto desse trecho divisa com Piauí, como também para a BR 235 que liga Remanso a Campo Alegre de Lourdes.

Mera coincidência ou não, sobre o próximo pleito eleitoral do ano que vem, já tem gente inaugurando, imaginariamente, a realização do asfalto. Isso porque algumas poucas máquinas estão na pista. Mas o feito da obra continua sendo obscuro.

O governo federal e estadual anunciaram dois tipos de licitação para duas empresas distintas, mas as informações a toda hora estão desencontradas. O DNIT na Bahia diz tratar-se de manutenção e recuperação para a atual empresa. Para outra construtora que venceu a licitação, a pavimentação vem em segundo plano. Não existem informações claras nem tão pouco oficiais. Contudo, pode se perceber um sigilo sobre qualquer tipo de informação.

E . . . se, Campo Alegre fosse Piauí?

Já virou rotina do campoalegrense recorrer à cidade de São Raimundo em busca de atendimento médico, ou de atendimento bancário.

O sistema de saúde no município de Campo Alegre de Lourdes ainda é muito precário. Especialidades como pediatria ou cardiologia só se encontram nas cidades vizinhas.

Recentemente, houve o teste seletivo para contratar novos profissionais.

Enquanto isso, a demanda é grande e a população padece.

E . . . se, Campo Alegre fosse Piauí?

Muitas empresas, profissionais do Piauí estão sendo contratados, recentemente, pela atual gestão para sanar algumas lacunas abertas no município.

Campo Alegre de Lourdes, tem nos seus ombros o peso de uma cruz marcada por um sistema vicioso e corrupto ao longo dos anos. A própria população, às vezes é conivente com a situação. E sempre paga um preço muito alto.

Outra necessidade do município bastante vital é a questão da água encanada.

Depois de atravessar décadas de promessas, a construção da adutora está quase pronta. Mas antes mesmo de pingar água nas torneiras de seus moradores, já existe uma briga entre políticos querendo assumir a paternidade da obra.

Tudo isso, por uma razão bem simples, o novo pleito eleitoral se aproxima.

Muitos deputados agora querem fazer sombra às mazelas do município campoalegrense.

Campo Alegre de Lourdes tem 55 anos, e velhas promessas serão sempre renovadas, afinal, é a indústria da seca que produz votos.

Cabe ao morador campoalegrense colocar as coisas no devido lugar: Qualquer gestor político é empregado do povo, e quando faz algo de bom, não está fazendo mais do que sua obrigação. E se faz errado, o cidadão tem de fazer valer seus direitos.

E fica a pergunta: Se Campo Alegre fosse Piauí?…



Jornalista - MTB 10997-DF/ Radialista - DRT-DF 6416 Poeta, escritor, autor do livro de poesias "Explicação Universal" lançado pela editora Scortecci.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *